Lar dos Velhinhos Maria Madalena - LVMM

Fundado em 1980, o Lar dos Velhinhos Maria Madalena abriga idosos desamparados, atualmente com 100 residentes, dando atendimento integral nas áreas de saúde, higiene, alimentação, medicamentos e habitação. O lar conta com a colaboração de vários voluntários que trazem alegria e dignidade ao idoso.
Jorge Cauhy mostrando a alguns visitantes a sua obra tão esperada

Instituto Integridade

Foi a designação dada em 2008, nome que engloba o:
- Lar dos Velhinhos Maria Madalena
- Instituto Jorge Cauhy Júnior 
- Creche Irmã Elvira

O nome "Integridade" reflete a junção destas  obras e a forma como elas trabalham sempre integradas e íntegras.

Parque Assistencial Jorge Cauhy Jr


Em homenagem ao Fundador do Lar dos velhinhos (Jorge Cauhy Júnior) em 2008 foi dado simbolicamente seu nome ao complexo que compreende o Lar dos Velhinhos Maria Madalena, a Creche Irmã Elvira e o Instituto Jorge Cauhy Júnior.


"Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me tua fé sem as obras, e eu com as obras, te mostrarei minha fé"? Tiago

Tel.: (61) 3552-0504 ou 8462-0181
Email:lvmm.sec1@gmail.com

   O Instituto Integridade se divide em alguns setores,sendo eles:


       SETOR DE APOIO ADMINISTRATIVO

Apresentação:
        O Setor de Apoio Administrativo é responsável pela coordenação do Programa de Voluntariado e Convênios com escolas técnicas e faculdades.


email: lvmm.lazer@gmail.com



SETOR DE APOIO TÉCNICO ESPECIALIZADO
1 - FISIOTERAPIA
            Foram realizados alongamentos passivos e ativos, exercícios isométricos, ativos-livres e com resistência, treino de marcha, exercícios para coordenação motora e equilíbrio.
            Também foram utilizadas técnicas manuais para alívio da dor, como mobilizações articulares, massoterapia e recursos termoterápicos como o uso do calor (infra-vermelho) e do gelo (crioterapia), para melhora do quadro álgico.
Em alguns casos, foram feitos exercícios respiratórios e orientações para as AVD’s (Atividades da Vida Diária).
v  Pontos Fortes: O Lar possui uma clínica de fisioterapia onde os idosos possuem um espaço amplo, com presença de macas, bicicleta, bolas, elásticos, pesos, halteres etc. Um ambiente limpo e ventilado com bebedouro e banheiro. Problemas Relatados no último relatório foram resolvidos, como a aquisição do aparelho TENS e um guarda-sol para levar os idosos em dias de chuva.


José Roberto Pires Atta
Fisioterapeuta
CREFITO-11 58.162 F



 2 - NUTRIÇÃO

A atuação do Departamento no Lar Maria Madalena é planejar, organizar, dirigir, supervisionar e avaliar os serviços de alimentação e nutrição, além de realizar assistência e educação nutricional a coletividade, indivíduos sadios ou enfermos na Instituição, promovendo melhor qualidade de vida.
Dentro da UAN (Unidade de Alimentação e Nutrição), há o planejamento e supervisão e a execução da adequação de instalações físicas, bem como o dimensionamento da seleção de compra e manutenção dos mesmos; elaboração e avaliação dos cardápios, adequando-os ao perfil do público atendido. Inclusão, dentro dos deveres prestados, solicitação de compra de alimentos, recebimento e armazenamento dos mesmos; execução dos cálculos de valor nutritivo, rendimento e custo das refeições/preparações culinárias, implantação, coordenação e supervisão das atividades de pré-preparo, preparo, distribuição e transporte de alimentos, desenvolvimento de receituários e respectivas fichas técnicas, avaliação periódica das preparações culinárias, de acordo com as necessidades nutricionais e balanceamento da dieta.
Foram desenvolvidos métodos de controle de qualidade de alimentos, em conformidade com a legislação vigente. Da mesma forma, estabelecido e implantado os POP’S (Procedimentos Operacionais Padrão) e Manual de Boas Práticas atualizadas de acordo com as condições impeditivas relatadas pelas autoridades competentes através de relatórios sobre as condições da UAN para uma boa prática profissional, que coloquem em risco a saúde humana e encaminhada ao hierárquico superior da Instituição as atualizações realizadas.
Ø  Pontos positivos:
·         Realização da avaliação nutricional quando o idoso é admitido na Instituição e atualização de prontuários dos idosos (94 idosos), através da avaliação antropométrica para conclusão de diagnóstico nutricional e intervenção para pacientes comprometidos nutricionalmente.
·         Suplementação por via oral para pacientes que se encontram abaixo de suas necessidades nutricionais e dietas enterais de acordo com as necessidades individuais de cada um e prescritas por profissionais responsáveis.
·         Conscientização dos funcionários da cozinha sobre a importância de realizar as preparações de acordo com o cardápio do dia por atender um público mais suscetível a complicações devido à sua doença de base.
·         Realização de eventuais reuniões para melhor atendimento e prestação de serviços dentro da cozinha levando em conta suas atribuições no dever para com o idoso.

  Ø  Pontos negativos:
A falta de interesse por parte dos idosos independentes a uma alimentação saudável e balanceada e a alta resistência aos procedimentos realizados durante as avaliações antropométricas, em casos que necessitam de uma intervenção nutricional.


Júlia G. Ribeiro
CRN1- 9362
Nutricionista Responsável


  

3 - TERAPIA OCUPACIONAL

A Terapia Ocupacional visa o desenvolvimento, tratamento e a reabilitação de idosos que necessitem de cuidados físicos, psicológicos e/ou sociais, de modo a melhorar seu desempenho e participação social, através de instrumentos que envolvam a atividade humana. Para isto o terapeuta ocupacional poderá fazer o uso de atividades expressivas, lúdicas, artesanais, da vida diária (atividades cotidianas, como o simples ato de escovar os dentes ou se alimentar), dentre outras.
O objetivo da Terapia Ocupacional perante o idoso institucionalizado é promover e manter a saúde, restaurar e/ou reforçar capacidades funcionais, facilitar a aprendizagem de funções essenciais e desenvolver habilidades adaptativas visando auxiliar o idoso a atingir o grau máximo possível de autonomia e independência no ambiente em que vive. Tem um papel fundamental no processo de reabilitação junto aos idosos que apresentam dependência, disfunções e dificuldade de adaptação ao meio em que vivem, pois pode prevenir ou amenizar estes estados de dependência através de adaptações, atividades cognitivas, culturais, sociais e outras, proporcionando assim o equilíbrio entre as limitações e capacidades de cada idoso.
A Terapia Ocupacional realiza as seguintes atividades no Lar dos Velhinhos Maria Madalena:

1. ATENDIMENTO INDIVIDUAL
  Objetivo: Identificar demandas e possíveis intervenções, trabalhando individualmente os diferentes componentes de desempenho (sensoriomotor, integração cognitiva, habilidades psicossociais e componentes psicológicos) e contextos de desempenho (dimensões temporais, como a idade, e ambientais, físicos, mentais e sociais) do idoso.
.  Metas: Promover o ganho de autonomia e uma melhoria na qualidade de vida do idoso e melhor desempenho em suas Atividades de Vida Diária (AVD’s).
  Pontos fortes: Melhora no desempenho de AVD’s dos idosos, na auto-estima  e consequente melhoria na qualidade de vida.
.  Pontos fracos: Devido a grande quantidade de moradores e existência de apenas uma Terapeuta Ocupacional na instituição é difícil atingir uma quantidade significativa de idosos, além de que a intervenção individual precisa ser breve.


  
Daiane Maciel dos Santos
Terapeuta Ocupacional
CREFITO – 11 15239 TO




4 - SERVIÇO SOCIAL

O Serviço Social tem como objetivo atuar junto aos usuários na promoção de atividades, garantindo os direitos legalmente estabelecidos, no fortalecimento do vínculo familiar e no empoderamento como cidadão.
O desafio do Serviço Social, diante da questão do idoso institucionalizado, é promover a qualidade de vida, o acesso à informação e a garantia de direitos dos idosos. Além disso, estimular a autonomia nessa fase específica da vida, assegurar que a Instituição seja um ambiente acolhedor e criar estratégias que fortaleçam o vínculo familiar e social do idoso são também atribuições do departamento.
Ainda, é função do setor buscar formas de solucionar o fator vulnerabilizante que ocasionou no abrigamento do idoso, na tentativa de se realizar reintegração familiar e social.

1.    Ações profissionais do assistente social:
1.1.  Analisar os relatórios encaminhados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS para fins de abrigamento.
1.2.   Realizar o acolhimento do idoso e a abertura do prontuário individual.
1.3.  Realizar atendimentos individuais aos idosos e intervenções.
1.4.  Registrar no livro de ocorrências situações consideradas graves ou fora da rotina, ficando à disposição da equipe multidisciplinar.
1.5.  Zelar pelos direitos dos idosos a partir de intervenções externas junto ao INSS, Defensoria Pública, Central Judicial do Idoso, Justiça Eleitoral, Cartórios, Bancos, Hospitais, CRAS, CREAS, Delegacias e demais órgãos públicos e privados.
1.6.  Firmar contrato de prestação de serviço com a pessoa idosa abrigada e, se possível, com a presença dos familiares e responsáveis pelos idosos.
1.7.  Elaborar e encaminhar mensalmente à SEDHS o mapa de vagas da instituição.
1.8.  Enviar o relatório de atividades da Instituição à SEDHS semestralmente.
1.9.  Promoção de passeios e demais atividades de lazer e cultura.


Assistentes sociais:
Francisca Jardeline V. S. Pacheco  CRESS 4458 8ª Região/DF
Vanessa Ramos da C. Batista CRESS 3346 8ªRegião/DF
Thiago Meneses da C.Mendes CRESS 4372 8ª Região/ DF



  
5 – PSICOLOGIA


A Psicologia procura descrever sensações, emoções, pensamentos, percepções e as interações com o ambiente físico e social. As atividades realizadas pela psicologia têm como objetivo principal proporcionar o acolhimento e escuta terapêutica do idoso. Além disso, busca recursos que proporcionam valorização pessoal e melhoria da auto estima, potencializando o envelhecimento ativo.

1.      Intervenção Psicológica Individual
1.1.   Objetivo: Identificar demandas que impactam negativamente na qualidade de vida do idoso e traçar o plano de atendimento psicológico.
1.2.   Metas: Promover a saúde mental do idoso.
1.3.   Área de abrangência: Psicologia
1.4.   Participantes: Idosos
1.5.   Descrição da atividade: São realizadas intervenções de escuta terapêutica, apoio psicológico pontual, e quando necessária psicoterapia individual.
1.6.   Pontos fortes: alivio de sintomas, desenvolvimento da capacidade de se expressar, melhora na autoestima e melhor adaptação ao abrigamento.
1.7.   Pontos fracos: devido a grande quantidade de idosos, a intervenção psicológica precisa ser breve. O acompanhamento individual mais duradouro só é realizado em casos emergenciais. 



   Tatiane Dias de Sousa                   Francklin Lino Martins               Isadora Rodrigues Oliveira
  Psicóloga                                        Psicólogo                                        Psicóloga
  CRP/DF 01/17274                     CRP/DF 01/18242                            CRP/DF 01/17367

Leia Mais…