segunda-feira, 22 de outubro de 2018

DOMINGO NO LAR


Despertar a alegria de viver com pessoas diferentes em um ambiente talvez nunca imaginado, é o nosso trabalho.
O poema abaixo foi escrito por um de nossos moradores



É domingo no pavilhão C,
Nele também é dia especial,
Dia que desperta a emoção,

Emoção de com Pe. Marcelo orar,
Ou no culto evangélico louvar,
E de corpo e Espírito a Deus agradar,

Agradar com intensa oração,
Homens e mulheres sob o mesmo teto,
A externar sua coletiva gratidão,

Gratidão que é o sentimento
dos que tiram da viola os sons,
De plena satisfação e agradecimento!

Agradecimento porque têm onde morar,
Cama, remédio e comida não faltar,
É domingo, Graças a Deus, toca a comemorar,


Todos unidos no Tiãozinho,
Renovam as esperanças, alguns,
Outros chegam e saem caladinhos,

Caladinhos por não acreditarem,
Ou da lucidez e fé se desvincularem,
Pouco se lhe dá o fato de louvarem,

Louvarem pela alegria das visitas,
Do calor que os amados trazem,
E nos gestos transmitem as pistas,
Do intenso amor em que se comprazem,

Comprazem também os não parentes,
Que visitam cheios de fraternidade,
Queira Deus, sejam intensos e frequentes,

Frequentes e estimulantes da certeza,
De que para eles também é domingo,
Que sejam dignos de toda a natureza,
 
Seja ele verde ou de origem
no canto dos pássaros, à beleza das flores,
Da imensidão do firmamento,
imprescindível paisagem,
Paisagem que só aos domingos,
Tem essa magia que transforma e enleva,
E o espírito fraterno preserva!

Poema escrito em 16-9-18 – Por + Nilson Ribeiro.